Silagem e feno: cuidados básicos para evitar a perda de nutriente!

De modo geral, as vitaminas e microminerais estão presentes nos alimentos em pequenas quantidades e, como em qualquer ser vivo, as vacas de leite devem consumir esses nutrientes na medida adequada, pois participam de diversos processos na manutenção da saúde, crescimento, produção e reprodução. Assim, o equilíbrio no fornecimento desses elementos sustenta a prevenção de quadros de deficiência e que geram redução de desempenho, além do cuidado para não oferecer em excesso e causar intoxicação.

A suplementação de vitaminas e minerais garante uma melhor resposta ao potencial leiteiro, auxiliando na manutenção do estado clínico da vaca, prevenindo doenças como a mastite e outros males que ocorrem durante este período.

Esta é mais uma razão para que o pecuarista conheça as funções específicas de cada vitamina e mineral, sabendo os benefícios e as deficiências que cada uma delas traz para a saúde animal. Vale lembrar que alguns cuidados com as forrageiras devem ser tomados para evitar com que elas percam as vitaminas e nutrientes.

Você já deve saber que a concentração de nutrientes nas forrageiras é altamente variável, mas sabia que as condições de preparo e estocagem do silo e feno podem ocasionar a redução de vitaminas entre a colheita e o fornecimento aos bovinos?

Entre os vários aspectos importantes para silagem e fenação, podemos destacar:

O momento de corte nas forrageiras é variável de acordo com a espécie, o cultivar da planta e a finalidade (feno ou silagem). O ideal é buscar o estágio vegetativo de equilíbrio entre produção e valor nutritivo. Pesquise qual o tamanho e/ou dias para corte específico para seu tipo de forrageira;

A época do corte também é muito importante, pois a umidade pode agravar a perda de nutrientes ou até inviabilizar seu uso. Busque dias quentes, com baixa umidade relativa do ar e no solo, sem previsões de chuvas. Ventos são bem-vindos;

A exposição excessiva do feno a raios solares, temperaturas elevadas e chuvas, impacta em sua qualidade. O ideal é a manutenção do material em ambiente coberto e arejado, como um celeiro, ou envolvidos por lona. Muitas vezes o prejuízo da perda de valor nutritivo é maior do que o custo de realizar um bom armazenamento;

A elevada umidade pode agravar a perda de vitaminas no processo de preparo e estocagem. Evite lugares úmidos e contato direto com o solo, pedras e tocos de madeira;


Adequada compactação e vedação do silo são essenciais para sua conservação. Falhas no processo permitem presença de ar na massa ensilada, causando aumento da temperatura e favorece crescimento de microrganismos indesejáveis, prejudicando o valor nutricional da silagem;

A silagem normalmente tem menores perdas de vitaminas em relação à fenação, porém, quando se utiliza aditivos e ácidos orgânicos a perda é maior.

Mesmo tomando todos esses cuidados você notou que suas vacas estão com baixo desempenho produtivo ou reprodutivo?

Preencha o formulário abaixo

que nós vamos te ajudar!